E pulamos fogueira, e tomamos queimada, e viva Santiago de Compostela sem chuva!

junho 29, 2009

As festas juninas de Santiago de Compostela aniquilam qualquer nostalgia. Sardinhas, queimada, fogueira, churrasco, música de gaita.. Uma delicia.

Na foto a nossa fogueira improvisada, numa cidade onde a prefeitura dá permissão para fazer fogo! A noite foi de fato a mais longa: teve comida, muitas bebidas, e até banho no chafariz dos peregrinos. É incrível ver como os galegos mantém as tradições.

Antes da meia-noite, escreve-se três pedidos que são jogados na fogueira. Depois da meia-noite o ritual da queimada com um conjuro para espantar as bruxas. Pura poesia o texto:

“Averno de satán e belcebú,
lume dos cadáveres ardentes,
corpos mutilados dos indecentes,
peidos dos infernais cus,
muxido da mar embravecida.
Barriga inútil da muller solteira,
falar dos gatos que andan á xaneira,

guedella porca da cabra mal parida.”

fogueira_1

E uma correção: confundi caña com cachaça. Caña na verdade não é feita de cana-de-açúcar, mas de restos de vinho que produzem uma bebida transparente, igualmente forte.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: