um teste qualquer no início da madrugada

junho 19, 2009

Rio de Janeiro, uma e qualquer coisa da manhã. Frio.

Depois de um boteco, seis garrafas de cerveja e muitas músicas num iPod afetivo, meu quarto parece se deslocar – tudo perde propriedade durante a madrugada, dimensões e outras coisas.

§

escrever pra manter os demônios no inferno. parece isso a função. ou simplesmente pra não ter um câncer. ou pra ser lido. não importa.

início.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: